História da nossa vinha - A Poda de Inverno

2022-01-13

História da nossa vinha - A Poda de Inverno

História da nossa vinha - A Poda de Inverno.

A poda é vista por muitos como o recomeço do ciclo vegetativo da videira. Esta operação realiza-se em épocas diferentes do ano em Portugal consoante a região, o clima e as castas.

Não é aconselhável realizar esta operação com fortes geadas, porque os sarmentos estão quebradiços e ao expor os tecidos da zona do corte ao frio pode ser letal para os mesmos.

Pode optar por podar mais tarde, ou podar em duas fases. Na primeira fase é realizada a pré poda, em que são retiradas as varas dos arames. Numa segunda fase, onde a videira já se encontra fora do perigo de possíveis geadas, realize o acerto da carga à poda. É por isso importante iniciar a poda pelas castas mais tardias, aquelas que irão abrolhar posteriormente.

Como é sabido, a poda consiste no corte das varas da videira, para disciplinar e estimular o crescimento dos gomos responsáveis pela produção futura.

Uma vara será mais ou menos fértil, até certo ponto, em função do seu vigor. O vigor depende do solo, da casta e da poda praticada no ano anterior.

Em função deste vigor iremos deixar mais ou menos carga à poda. Vamos atribuir um nível de carga em função da capacidade da videira. O objetivo é manter a planta em equilíbrio para termos produções regulares, mantendo varas robustas e férteis durante o maior período de tempo possível.

Quando a carga à poda é excessiva espera-se uma produção farta, mas de menor qualidade, com consequente enfraquecimento da videira, o que levará ao longo dos anos ao seu envelhecimento prematuro.

Por seu lado, uma carga menor permitirá uma baixa produção, além de induzir à rebentação de gomos dormentes em ladrões e rebentações múltiplas, provocando desavinho e ensombramento da vegetação.

A poda é por isso uma operação de grande importância na regularização da produção e do vigor da videira.

 

*Carga = nº de olhos deixados à poda.

 

Fonte: https://www.clubevinhosportugueses.pt/

VOLTAR

LA Ferraz

produção de vinho é uma tradição da centenária família Ferraz.

Na totalidade a família possui aproximadamente 20 hectares de vinhas, dos quais 5 hectares na freguesia de Horta do Douro, concelho de Vila Nova de Foz Côa, em pleno Douro Superior, e restantes vinhas em Valeflor, uma freguesia centenária no concelho de Mêda, na região da Beira Interior.

Contactos

Travessa do Valverde
6430-371 Vale Flor - Mêda
Portugal

(+351) 912 634 613

infomascara@laferraz.pt