História da Nossa Vinha - Brotação e Floração

2022-03-09

História da Nossa Vinha - Brotação e Floração

História da Nossa Vinha - Brotação e Floração

A brotação é fundamentalmente o acordar da planta após o adormecimento que acontece durante o inverno e ocorre com base nos nutrientes acumulados pela planta no ano anterior.

Os gomos latentes incham e começam a empurrar as escamas protetoras dos “olhos”. Uma espécie de pelugem aparece e as primeiras folhas surgem. Os primeiros gomos a eclodir são os da extremidade do sarmento (efeito trepador da espécie), retardando ou inibindo a eclosão dos gomos proximais. Os agricultores de climas continentais aproveitam este fenômeno para, podando tarde, se defenderem da geada

Embora a atividade celular renasça a partir dos 5ºC, o abrolhamento, ou crescimento vegetativo, precisa de uma temperatura superior que se situa entre os 8ºC e os 12ºC. Este valor depende das castas, da latitude e do vigor da videira, mas rondará sempre o chamado 'zero vegetativo', que ronda os 10ºC.

O ritmo ou velocidade de abrolhamento depende do rigor das temperaturas invernais e fundamentalmente do ritmo de aquecimento da atmosfera. Pode ser lento se o aquecimento atmosférico for progressivo; ou rápido, se ocorrer um aquecimento prolongado depois de um Inverno. A forte sensibilidade dos primeiros órgãos verdes à geada, ainda que moderada, faz do abrolhamento um dos períodos mais críticos do ciclo vegetativo da videira. Nos locais onde a influência continental se faz sentir (em particular em todo o interior do país, com especial incidência na metade Norte), é lícito optar por castas de abrolhamento tardio.

No hemisfério Norte, o abrolhamento acontece entre março e abril; enquanto no hemisfério Sul, nos meses de setembro e outubro.

 

 

Fonte: https://www.clubevinhosportugueses.pt/vinhos/primeira-folhagem-da-videira-na-primavera-antes-da-floracao/

VOLTAR

LA Ferraz

produção de vinho é uma tradição da centenária família Ferraz.

Na totalidade a família possui aproximadamente 20 hectares de vinhas, dos quais 5 hectares na freguesia de Horta do Douro, concelho de Vila Nova de Foz Côa, em pleno Douro Superior, e restantes vinhas em Valeflor, uma freguesia centenária no concelho de Mêda, na região da Beira Interior.

Contactos

Travessa do Valverde
6430-371 Vale Flor - Mêda
Portugal

(+351) 912 634 613

infomascara@laferraz.pt